ONU destaca liderança de mulheres no enfrentamento à crise de COVID-19

O Women Rise for All foi lançado em 27 de abril em apoio ao pedido do secretário-geral da ONU por solidariedade e ação urgente em resposta aos impactos socioeconômicos da COVID-19.

Como um esforço global de defesa de direitos para salvar vidas e proteger os meios de subsistência, o Rise for All insta lideranças de todos os países, em todos os setores, a lidar com a crise humana da pandemia e a apoiar o Fundo de Resposta e Recuperação das Nações Unidas COVID-19.

O mecanismo foi projetado para ajudar os países e as pessoas mais expostas às dificuldades econômicas e às perturbações sociais causadas pela pandemia.

Profissionais de saúde em Madagascar testam cidadãos para a COVID-19. Foto: Banco Mundial/Henitsoa Rafalia

Profissionais de saúde em Madagascar testam cidadãos para a COVID-19. Foto: Banco Mundial/Henitsoa Rafalia

Mulheres do mundo todo falaram em um evento especial convocado pela vice-secretária-geral das Nações Unidas Amina Mohammed nesta terça-feira (14) para destacar a liderança feminina da linha de frente do enfrentamento à COVID-19.

Como parte da Década de Ação para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – o modelo para um mundo mais saudável, mais equitativo e mais pacífico – o evento interativo apoiado pelo Escritório de Parcerias da ONU reúne mulheres influentes para ver como sua liderança está moldando a resposta à COVID -19 e os esforços para recuperar melhor.

Do local ao global, o Women Rise for All destacará a liderança inspiradora e debaterá questões críticas que o mundo está enfrentando agora.

Entre as participantes estavam a presidente da Suíça, o primeiro-ministro de Barbados e a primeira presidente eleita da África, a ex-presidente da Libéria Ellen Johnson Sirleaf. O discurso de abertura será feito pela defensora dos ODS Graça Machel.

Outras palestrantes incluíram a vencedora Prêmio Nobel da Paz Leymah Gbowee; as defensoras dos ODS Dia Mirza e Alaa Murabit; a vice-presidente do Standard Chartered Bank Group para a África, Bola Adesola; a embaixadora da ONU Mulheres no Paquistão, Muniba Mazari; a secretária de Saúde e Justiça Social de Querala, na Índia, KK Shailaja; a oficial de Saúde da província Colúmbia Britânica, no Canadá, Bonnie Henry.

Outras participantes incluíram a professora de Economia da Inovação e Valor Público da Universidade College, de Londres, Mariana Mazzucato; a diretora-executiva e fundadora da Fundação Natasha Mwansa, Natasha Wang Mwansa; a professora na Universidade de Oxford e fundadora do Oxford Digital Diplomacy Research Group, Jennifer Cassidy; a diretora-geral e cofundadora da ENERLAM e pesquisadora do Observatório Latino-americano de Energia, Joyce Mendez; a fundadora e diretora-executiva da Food4Education, Wawira Njiru; a cantora, compositora e atriz norte-americana Andra Day; as chefes de ONU Mulheres, Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), do Pacto Global da ONU; e a enviada especial da ONU para a Juventude, em um programa moderado pela ex-âncora da CNN Zain Verjee.

“Como em nenhuma outra época da história recente, as mulheres estão na linha de frente da COVID-19”, disse a vice-secretário geral da ONU. “É hora de nos levantarmos como mulheres líderes que tomam medidas para vencer a pandemia e se fortalecerem.”

O evento especial analisou como as líderes mundiais e locais estão ganhando a luta contra a COVID-19 nas frentes de saúde e socioeconômica e por que a liderança entre gerações é necessária agora, com foco em ações transformadoras e inspiradoras para promover a sustentabilidade e a inclusão.

O Women Rise for All foi lançado em 27 de abril em apoio ao pedido do secretário-geral da ONU por solidariedade e ação urgente em resposta aos impactos socioeconômicos da COVID-19.

Como um esforço global de defesa de direitos para salvar vidas e proteger os meios de subsistência, o Rise for All insta os líderes de todos os países, em todos os setores, a lidar com a crise humana da pandemia e a apoiar o Fundo de Resposta e Recuperação das Nações Unidas COVID-19, mecanismo projetado para ajudar os países e as pessoas mais expostas às dificuldades econômicas e às perturbações sociais causadas pela pandemia.

Para obter mais informações, incluindo a lista completa de mulheres líderes que aderiram ao Rise for All, consulte: www.un.org/riseforall.