ONU defende supervisão de mercados futuros de commodities para conter alta dos preços dos alimentos

O tema fez parte do debate Volatilidade Excessiva dos Preços nos Mercados de Alimentos e Commodities, organizado pela Assembleia Geral da ONU.

(ONU/Shareef Sarhan) O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, ressaltou nesta quarta-feira (11/04) a necessidade de limitar a volatilidade dos preços globais dos alimentos por meio do fortalecimento da análise e da supervisão de mercados futuros de commodities. Essas medidas devem ser orientadas para desencorajar a especulação, principal causa da flutuação dos preços. O tema fez parte do debate Volatilidade Excessiva dos Preços nos Mercados de Alimentos e Commodities, organizado pela Assembleia Geral da ONU.

Para o Secretário-Geral, a prioridade da agricultura deve ser produzir alimentos nutritivos e dar garantias de acesso. Ele acrescentou que o aumento nos preços já causou inchaço do número de famintos no mundo para mais de 1 bilhão e colocou milhares de famílias abaixo da linha da pobreza. “Consumidores estão crescentemente ameaçados de repentinamente perder poder de compra, levando a reduções danosas no consumo de alimentos, especialmente por mulheres e meninas”.

O presidente da Assembleia Geral, Nassir Abdulaziz Al-Nasser, fez a abertura do debate e alertou para a necessidade de se aprofundar o entendimento sobre o papel dos mercados financeiros. “Onde tivemos um debate robusto, e onde nós claramente precisamos fazer mais, é no desenvolvimento do nosso entendimento do papel que os mercados financeiros desempenharam na volatilidade dos preços dos alimentos”, concluiu.