ONU dá início a preparativos de conferência sobre oceanos; site envolverá participantes

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

A ONU deu início nessa semana aos preparativos para a Conferência sobre os Oceanos, que será realizada entre os dias 5 e 9 de junho, e lançou um site de compromisso voluntário para envolver todos os participantes na conservação e utilização sustentável dos oceanos, mares e recursos marinhos. Saiba aqui como participar.

A Conferência sobre os Oceanos será realizada em Nova Iorque, entre 5 e 9 de junho. Foto: CITES

A Conferência sobre os Oceanos será realizada em Nova Iorque, entre 5 e 9 de junho. Foto: CITES

A ONU deu início nessa semana (15) aos preparativos para Conferência sobre os Oceanos, que será realizada entre os dias 5 e 9 de junho, e lançou um site de compromisso voluntário para envolver todos os participantes na conservação e utilização sustentável dos oceanos, mares e recursos marinhos.

Facilitado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com os governos da Suécia e das Fiji, o ‘Centro de Ação para o Oceano’ é uma plataforma online interativa que visa a facilitar o envolvimento das partes interessadas no processo preparatório da conferência das Nações Unidas dedicada ao assunto.

“Quando líderes de vários países, organizações internacionais, a sociedade civil, o setor privado e as comunidades científicas e acadêmicas se reunirem em Nova Iorque para a Conferência sobre os Oceanos, nós vamos testemunhar um ponto de mudança”, informou o presidente da Assembleia Geral da ONU, Peter Thomson, aos participantes do evento.

“Vamos ver uma mudança na história, quando a humanidade realmente começar o processo para inverter o ciclo de declínio que a atividade humana acumulada colocou sobre os oceanos”, acrescentou Thomson.

Segundo a vice-primeira-ministra da Suécia, Isabella Lovin, a Conferência é uma chance de vida para salvar os oceanos que estão sob enorme estresse.

“Não precisamos inventar ou negociar algo novo, precisamos apenas de ações para implementar o que já acordamos”, disse ela em referência ao esperado ‘Chamado à Ação’, que resultará da Conferência em conexão com a interrupção da pesca ilegal, da poluição marinha e a resolução das circunstâncias especiais dos pequenos Estados insulares em desenvolvimento.

Representando um dos muitos pequenos países insulares que lutam com essas questões, o ministro das Pescas das Fiji, Semi Koroilavesau, pediu aos participantes da Conferência que façam contribuições voluntárias, dizendo que os oceanos são de “extrema importância” para seu país.

O tema da Conferência deste ano será ‘Nossos Oceanos, Nosso Futuro: Parcerias para a Implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 14’.

Saiba como participar das ações em oceanactionhub.org


Mais notícias de:

Comente

comentários