ONU: Crescimento industrial mundial fica mais lento devido às sanções econômicas recíprocas

O crescimento anual global da indústria deverá ser de 3,7% em 2014, valor maior do que o de 2013, mas consideravelmente menor do que as expectativas anteriores.

Foto: Rascamelo/Creative Commons

A indústria global enfrenta uma nova crise causada por sanções econômicas recíprocas impostas pelas principais economias. Este fato afeta tanto os países industrializados como as economias em desenvolvimento do leste da Ásia e da América Latina.

Estes dados foram divulgados pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI), que também diz que o crescimento global da produção industrial caiu para 3,3% no segundo trimestre de 2014, em comparação com a estimativa revisada de 4,8% no primeiro trimestre do ano.

Devido à tendência de queda nos últimos meses, o crescimento anual global da indústria deverá ser de 3,7% em 2014, valor maior do que o de 2013, mas consideravelmente menor do que as expectativas anteriores.

O documento, intitulado Produção Industrial Mundial, produzido pela unidade de estatísticas da organização, cita como um dos motivos a instabilidade geopolítica recente na Europa, que causou um impacto negativo sobre o crescimento das economias em desenvolvimento.