ONU coordena ajuda de emergência a mais de 150 mil pessoas afetadas pelas enchentes no Sudão

Há ao menos 26 mil casas danificadas ou destruídas. Vítimas recebem apoio como tendas, cobertores, mosquiteiros, atendimento médico e água potável.

Homem em rua inundada na área de Sharg al Nil, em Cartum. Foto: OCHA/Rodraksa

Agências das Nações Unidas e parceiros humanitários coordenam com o Governo do Sudão ajuda de emergência para as mais de 150 mil pessoas afetadas pelas enchentes desde o início deste mês.

O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) afirmou que o número de pessoas afetadas deve subir ainda mais nos próximos dias porque a previsão é de chuva contínua. De acordo com as estimativas iniciais dos danos nos oito estados afetados, pelo menos 26 mil casas foram danificadas ou destruídas.

A ONU e seus parceiros têm fornecido uma série de itens de ajuda de emergência, incluindo tendas, lonas plásticas, cobertores, latas, baldes de água e mosquiteiros de seus estoques de emergência em Cartum. Clínicas móveis, água potável e serviços de saneamento também foram disponibilizados.

“Outros apoios de emergência estão sendo mobilizados, em particular serviços de comida, abrigo, água, saneamento, higiene e saúde”, informou o OCHA, ressaltando que ONU e seus parceiros continuam empenhados em ajudar as comunidades afetadas pela enchente e apoiar os esforços de socorro do Governo.