ONU condena série de ataques que já mataram 55 pessoas no Iraque

O  Chefe da Missão de Assistência para o Iraque (UNAMI), Martin Kobler, condenou veementemente os ataques de hoje (23/02)  em todo o país e instou as autoridades a levarem os criminosos à justiça.

Uma série de bombardeios e tiroteios em várias cidades e vilas do Iraque resultaram em no mínimo 55 mortes, além de centenas de feridos.

Segundo Kobler, “os contínuos ataques violentos contra os iraquianos são totalmente inaceitáveis e precisam parar. Peço às autoridades iraquianas que investiguem plenamente esses atos absurdos de violência e levem os criminosos à justiça”. O enviado na ONU no Iraque ainda ressaltou que os ataques “são destinados a impedir a realização da unidade nacional e a estabilidade”.

Os bombardeios de hoje são os mais recentes atos de uma série de ataques nas últimas semanas, aumentando ainda mais as tensões políticas e sectárias no país.