ONU condena ataques terroristas em Teerã

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e o Conselho de Segurança da ONU prestaram condolências às famílias dos 12 mortos e 42 feridos em ataques terroristas na capital iraniana nesta quarta-feira (7).

Secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres. Foto: ONU/Mark Garten

Secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres. Foto: ONU/Mark Garten

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e o Conselho de Segurança da ONU prestaram condolências às famílias dos 12 mortos e 42 feridos em ataques terroristas na capital iraniana nesta quarta-feira (7).

O atentado duplo com atiradores e homens-bomba ocorreu na sede do Parlamento do Irã e no mausoléu do aiatolá Ruhollah Khomeini, líder da Revolução Islâmica de 1979, situado no sul de Teerã.

Guterres pediu que os responsáveis por essa “violência inaceitável” sejam trazidos à justiça.

“Todas as nações devem trabalhar juntas na luta contra o terrorismo, mantendo os direitos e valores universais que unem a comunidade global”, afirmou seu porta-voz.

Em outra declaração, o Conselho de Segurança da ONU qualifica os ataques como “bárbaros” e “covardes”, ressaltando a necessidade de medidas para prevenir e suprimir grupos e indivíduos terroristas, bem como seu financiamento.


Comente

comentários