ONU condena ataque a bomba no Kosovo

Chefe da Missão das Nações Unidas no Kosovo, Faird Zarif, afirma que atos de violência e intimidação não serão tolerados.

Representante especial da ONU no Kosovo, Farid Zarif. Foto: ONU/Rick Bajornas

O representante especial do secretário-geral da ONU e chefe da Missão das Nações Unidas no Kosovo (UNMIK), Farid Zarif, condenou o atentado a bomba desta segunda-feira (14) no norte de Mitrovica e pediu uma investigação rápida e completa.

“Esses atos covardes de violência são repreensíveis e comprometem seriamente a segurança e a estabilidade na região”, disse Zarif.

De acordo com a UNMIK, o alvo do atentado foi a casa do sérvio do Kosovo Nebojsa Maric e causou grandes danos à sua casa, prédios vizinhos e um veículo.

“Recebi pessoalmente garantias de todos envolvidos no debate no norte do Kosovo que atos de força e intimidação não serão tolerados”, disse Zarif, acrescentando que busca “pelos líderes locais para garantir o mais alto grau de assistência ao cumprimento da lei. Qualquer tentativa equivocada de minar a estabilidade durante o processo eleitoral deverá ser tratada como uma questão da mais alta prioridade”.

Zarif pediu que qualquer pessoa com informações sobre este incidente coopere com os investigadores para que os autores possam ser levados à justiça.