ONU comemora ano internacional da tabela periódica em 2019

Nesses 365 dias, as Nações Unidas comemoram um século e meio da descoberta do Sistema Periódico, em 1869, pelo russo Dmitri Mendeleev. A celebração é uma forma de reconhecer a tabela como uma das conquistas mais influentes da ciência moderna, que reflete a essência não apenas da química, mas também da física, biologia e outras áreas das ciências puras.

Compostos químicos distribuídos entre diferentes cilindros. Foto: Flickr (CC)/Horia Varlan

Compostos químicos distribuídos entre diferentes cilindros. Foto: Flickr (CC)/Horia Varlan

Em 2019, o mundo celebra o Ano Internacional da Tabela Periódica dos Elementos Químicos, instituído pela Assembleia Geral da ONU e pela UNESCO. Nesses 365 dias, as Nações Unidas comemoram um século e meio da descoberta do Sistema Periódico, em 1869, pelo russo Dmitri Mendeleev. A celebração é uma forma de reconhecer a tabela como uma das conquistas mais influentes da ciência moderna, que reflete a essência não apenas da química, mas também da física, biologia e outras áreas das ciências puras.

A UNESCO explica que o ano internacional é uma oportunidade para refletir sobre a história da tabela periódica e também sobre outros temas, como o papel das mulheres na pesquisa científica, as tendências e as perspectivas globais sobre a ciência para o desenvolvimento sustentável, além dos seus impactos sociais e econômicos.

Segundo a agência, 2019 foi escolhido como o ano internacional por uma deliberação da Assembleia Geral das Nações Unidas, em dezembro de 2017. A decisão foi posteriormente aprovada pela Conferência Geral da UNESCO, durante sua 39ª sessão.


Comente

comentários