ONU busca recursos para eliminar violência contra mulheres no mundo

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Em apoio a uma campanha global de 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres, as Nações Unidas promovem a iniciativa “Torne o Mundo Laranja: Aumente os Investimentos para Eliminar a Violência contra Mulheres e Meninas”, com o objetivo de mobilizar recursos para fundos internacionais.

Uma plataforma online foi criada pela ONU Mulheres para captar recursos a serem investidos em programas globais para o fim da violência baseada em gênero.

“Torne o Mundo Laranja: Aumente os Investimentos para Eliminar a Violência contra Mulheres e Meninas” é uma iniciativa da ONU para mostrar o engajamento global pelo fim da violência de gênero. Foto: ONU Mulheres

“Torne o Mundo Laranja: Aumente os Investimentos para Eliminar a Violência contra Mulheres e Meninas” é uma iniciativa da ONU para mostrar o engajamento global pelo fim da violência de gênero. Foto: ONU Mulheres

Em apoio a uma campanha global de 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres, as Nações Unidas promovem a iniciativa “Torne o Mundo Laranja: Aumente os Investimentos para Eliminar a Violência contra Mulheres e Meninas”, com o objetivo de mobilizar recursos para fundos internacionais.

As doações poderão ser feitas por meio da plataforma online (clique aqui) e serão destinadas a dois programas da ONU Mulheres — um que visa à prevenção e acesso a serviços essenciais, cidades e espaços públicos seguros e ao Fundo Fiduciário da ONU para Eliminar a Violência contra as Mulheres.

As iniciativas têm como objetivo empregar recursos em serviços especializados de atenção a mulheres em situação de violência e promover iniciativas de segurança às sobreviventes, para que consigam reconstruir suas vidas, além de romper esse ciclo perverso.

“Sabemos que mesmo investimentos de pequena escala oportunos e corretamente orientados podem trazer enormes benefícios para mulheres, meninas e comunidades. O preço do imobilismo é inaceitável”, disse a diretora-executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka.

No Brasil, o período de mobilização da campanha começou em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, e se estende até 10 de dezembro, Dia Internacional de Direitos Humanos. Um dos pontos altos da mobilização é esta sexta-feira (25), Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Desde 2008, a ONU apoia ações desse tipo por meio da campanha do secretário-geral da ONU “UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres”, que tem como meta ampliar a consciência pública sobre problemas e soluções.

Recursos para ações concretas

Um dos maiores desafios para prevenir e eliminar a violência contra as mulheres e meninas em todo o mundo é a falta de fontes de financiamento para as ações de prevenção.

No marco da Agenda 2030, as Nações Unidas buscam recursos para financiar as metas para a eliminação da violência contra as mulheres, estabelecidas no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 5, que trata da igualdade de gênero.

Torne o mundo laranja

Durante os 16 Dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres, as Nações Unidas incentivam as pessoas a se vestir de laranja em adesão à campanha.

Em 2015, prédios emblemáticos e cartões-postais em mais de 90 países foram iluminados com essa cor em apoio ao direito de mulheres e meninas de ter uma vida sem violência. Nas redes sociais, mais de 300 milhões de pessoas foram envolvidas na iniciativa.


Mais notícias de:

Comente

comentários