ONU busca especialistas em uso de tecnologias digitais na saúde

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recebe inscrições de profissionais interessados em integrar um novo grupo técnico sobre questões de saúde digital. A criação do organismo consultivo é parte dos esforços da agência da ONU para utilizar as tecnologias digitais, inteligência artificial e robótica em prol do bem-estar das pessoas.

Foto: PEXELS (CC)

Foto: PEXELS (CC)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recebe inscrições de profissionais interessados em integrar um novo grupo técnico sobre questões de saúde digital. A criação do organismo consultivo é parte dos esforços da agência da ONU para utilizar as tecnologias digitais, inteligência artificial e robótica em prol do bem-estar das pessoas.

Os membros do grupo técnico devem ter compreensão e experiência de trabalho em saúde digital; programas e políticas de saúde digital nacional ou de grande escala; inteligência artificial e saúde; realidade virtual e aumentada em saúde; inovação biomédica; cirurgia robótica; tecnologias vestíveis e saúde e bem-estar; rastreabilidade e saúde; ética, governança e segurança no ecossistema de saúde com foco em saúde digital; economia da saúde com foco em saúde digital; e legislação de saúde com foco em tecnologias digitais.

Saiba como se inscrever clicando aqui.

O estabelecimento da equipe de especialistas visa apoiar o recém-criado Departamento de Saúde Digital da OMS. Essa divisão recebeu a missão de explorar o potencial das tecnologias digitais para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) e das metas do “triplo bilhão” da OMS — que incluem atender a 1 bilhão a mais de pessoas na comparação com números atuais, garantir que 1 bilhão de indivíduos estejam protegidos de emergências de saúde e melhorar o bem-estar de 1 bilhão de moradores do planeta.

Para auxiliar o trabalho do departamento, a OMS está criando uma lista de especialistas em vários campos relacionados à saúde digital, como abordagens estratégicas, áreas de intervenção, estruturas de governança para regulamentação e adoção de soluções e de produtos de saúde digital. Alguns desses profissionais serão selecionados para fazer parte do grupo consultivo técnico e outros poderão ser convocados para participar de subgrupos específicos.


Comente

comentários