ONU apoia esforços contra violência de gênero no sul da África

Em esforço para auxiliar agências de segurança pública no sul da África a responderem de maneira eficaz a problemas relacionados à violência de gênero, o Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC) anunciou hoje (06/01) o lançamento de um manual e um programa de formação para melhorar a capacidade das forças policiais nacionais na região no combate ao problema.

Em esforço para auxiliar agências de segurança pública no sul da África a responderem de maneira eficaz a problemas relacionados à violência de gênero, o Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC) anunciou hoje (06/01) o lançamento de um manual e um programa de formação para melhorar a capacidade das forças policiais nacionais na região no combate ao problema. Através da iniciativa, a agência trabalha com representantes e a sociedade civil em Botsuana, Lesoto, Moçambique, Namíbia, África do Sul e Zimbábue para combater a violência contra mulheres.

O manual foi criado para auxiliar a polícia a definir casos de violência, fornecendo uma visão abrangente de normas e padrões relevantes e formas de intervenção. Seu foco é como investigar atos de violência contra mulher, processo que exige sensibilidade.

O programa de formação foi desenvolvido para equipar as polícias locais e nacionais com os conhecimentos e habilidades necessários ao enfrentamento eficaz da violência de gênero. Seu foco é em casos de violência ocorridos entre pessoas de relação íntima e inclui medidas preventivas, formas de responder e investigar atos de violência e especificações dos recursos necessários à vítimas durante e após um incidente.

Além da iniciativa regional com foco em segurança pública, o UNODC também trabalha com comunidades na África do Sul fornecendo apoio a vítimas de violência de gênero a nível local. Diversos centros de atendimento apoiados pelo UNODC foram instalados na África do Sul para fornecer serviços legais, médicos e psicológicos a sobreviventes da violência, bem como serviços de reabilitação e apoio para homens, de modo a conter o ciclo de violência doméstica.