Grupos Interagenciais e Programas Conjuntos

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O Sistema das Nações Unidas no Brasil estabeleceu estruturas de trabalho para garantir a ação coordenada das agências, fundos e programas presentes no País, assim como para implementar ações planejadas conjuntamente, sob a liderança do Coordenador Residente.

Grupos Temáticos são estruturas permanentes, que têm duas funções: assessorar a Equipe da ONU no País em temas interagenciais complexos e diversificados, e desenvolver e implementar ações programáticas que contribuam para o cumprimento dos ODMs e dos resultados previstos no Marco de Assistência das Nações Unidas para o Desenvolvimento (UNDAF).

Atualmente existem oito grupos temáticos, a saber: HIV/AIDS; Gênero, Raça e Etnia; Cooperação Sul-Sul; Comunicação; Gestão de Operações (OMT); Crime Internacional, Segurança e Cidadania; Esportes para o Desenvolvimento e a Paz, e Juventude.

Forças-tarefa são estruturas temporárias que trabalham em articulação com as instituições nacionais relevantes e são compostos por agências, fundos e programas da ONU em função de seus mandatos. Atualmente existem duas forças-tarefas, a saber: Emergências (UNETT) e CCA/UNDAF.

Programas Conjuntos representam um esforço coletivo de duas ou mais agências do Sistema das Nações Unidas que trabalham em articulação com parceiros nacionais para desenvolver, implementar, acompanhar e avaliar atividades integradas que contribuam para a implementação dos ODMs e de outros compromissos internacionais. Essas atividades são estabelecidas por meio de um plano de trabalho e orçamento comuns.

O Sistema ONU no Brasil tem dedicado cada vez mais esforços à elaboração e implementação de Programas Conjuntos, por acreditar que tais programas geram sinergias e contribuem para aumentar o impacto das ações.


Comente

comentários