ONU abre consultas sobre servidão doméstica de mulheres e meninas migrantes; drogas; e educação

A ONU está recebendo contribuições sobre a servidão doméstica de mulheres e meninas migrantes. As informações serão incluídas no relatório da relatora especial das Nações Unidas sobre formas contemporâneas de escravidão. Interessados(as) têm até o dia 18 de maio de 2018 para responder o questionário. Saiba mais através do link: https://bit.ly/2JsOh87.

Em outro chamado, a ONU pede que sociedade civil, agências governamentais e outras partes interessadas enviem contribuições sobre a implementação do compromisso conjunto para abordar e combater efetivamente o problema mundial das drogas em relação aos direitos humanos. Prazo vai até o dia 18 de maio de 2018. Saiba mais em: https://goo.gl/5RuhBt.

No terceiro chamado, a ONU pede contribuições dos Estados-membros, organizações da sociedade civil e outras partes interessadas para serem consideradas no planejamento da quarta fase do Programa Mundial de Educação em Direitos Humanos, lançado em 2005.

As considerações devem abordar, principalmente: setores-alvo (grupos profissionais, grupos detentores de direitos, público geral, etc); e áreas de foco ou questões temáticas de direitos humanos (direitos específicos, grupo de direitos ou um problema global importante para a promoção e proteção dos direitos humanos). As contribuições devem ser enviadas até 14 de maio de 2018. Saiba mais em: https://bit.ly/2py5ipf.

Em outro chamado, a organização está recebendo contribuições para o relatório do secretário-geral das Nações Unidas sobre a cooperação com as Nações Unidas, seus representantes e mecanismos no campo dos direitos humanos.

Interessados podem submeter informações de casos, que se enquadram nos requisitos apresentados nas instruções, até o dia 18 de maio de 2018. Acesse as informações completas: https://goo.gl/YDHCUj.


Comente

comentários