OMS abre inscrições para o 1º Festival de Cinema Saúde para Todos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) convida cineastas de todo o mundo a participar da primeira edição do Festival de Cinema Saúde para Todos. Candidatos podem se inscrever até 30 de janeiro de 2020.

A iniciativa tem o objetivo de empoderar pessoas por meio da sétima arte, e busca mostrar a importância de indivíduos e comunidades como defensores da saúde e do bem-estar. Uma das categorias terá como tema o Ano Internacional da Enfermeira e da Parteira, que será celebrado em 2020.

A iniciativa tem o objetivo de empoderar pessoas por meio da sétima arte, e busca mostrar a importância de indivíduos e comunidades como defensores da saúde e do bem-estar. Foto: OMS

A iniciativa tem o objetivo de empoderar pessoas por meio da sétima arte, e busca mostrar a importância de indivíduos e comunidades como defensores da saúde e do bem-estar. Foto: OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) convida cineastas de todo o mundo a participar da primeira edição do Festival de Cinema Saúde para Todos. Candidatos podem se inscrever até 30 de janeiro de 2020.

A iniciativa tem o objetivo de empoderar pessoas por meio da sétima arte, e busca mostrar a importância de indivíduos e comunidades como defensores da saúde e do bem-estar. Uma das categorias terá como tema o Ano Internacional da Enfermeira e da Parteira, que será celebrado em 2020.

Com uma capacidade única de despertar sentimentos, filmes nos fazem rir, chorar e refletir, além de serem uma poderosa ferramenta para aumentar a conscientização, melhorar a compreensão e incentivar a ação.

Contando histórias de interesse humano, cineastas podem influenciar a saúde e provocar mudanças. Pensando nisso, a primeira edição do Festival de Cinema Saúde para Todos acontecerá durante a 73ª Assembleia Mundial da Saúde, em maio de 2020, em Genebra.

A fim de promover o diálogo sobre os desafios e soluções globais de saúde, tanto cineastas amadores, com seus smartphones, como profissionais de produtoras audiovisuais podem enviar projetos que contem a história de agentes sociais de mudança em sua comunidade.

As duas primeiras categorias estão abertas a qualquer problema de saúde, conforme definido nas regras de participação (https://www.who.int/docs/default-source/documents/application-rules.pdf). A terceira é para vídeos com foco especial em enfermeiras ou parteiras para o Ano Internacional da Enfermeira e da Parteira, que será celebrado em 2020.

Participantes podem enviar um vídeo para uma das três categorias abaixo:

CATEGORIA 1: Reportagens em vídeo (de 3 a 8 minutos)

Reportagens em vídeo contando histórias e testemunhos de interesse humano sobre a saúde de pessoas e comunidades e/ou profissionais de saúde que enfrentam um desafio local ou global à saúde, defendem soluções ou promovem mudanças.

CATEGORIA 2: Curtas de animação (de 1 a 5 minutos)

Curtas de animação que incluem depoimentos e/ou desafios e soluções para alcançar saúde e bem-estar para todos, ou educativos, com o intuito de informar sobre um problema de saúde.

CATEGORIA 3: Curtas sobre enfermeiras e parteiras (de 3 a 8 minutos).

Qualquer estilo de narrativa audiovisual será aceito para este tema especial que celebrará o Ano Internacional da Enfermeira e da Parteira em 2020.

Critérios de elegibilidade

Apenas os filmes concluídos entre 1º de janeiro de 2017 e 30 de janeiro de 2020 são candidatos elegíveis para o festival. As inscrições encerram dia 30 de janeiro de 2020.

Os termos de condição de participação já está disponível para consulta. https://filmfreeway.com/HealthForAllFilmFestival

Premiação

Serão selecionados no máximo 15 vídeos por categoria para o festival. A lista com o resultado será anunciada em março de 2020 e a exibição dos filmes e cerimônia de premiação acontece em maio, coincidindo com a realização da 73ª Assembleia Mundial da Saúde, em Genebra.

Um júri independente nomeará um vencedor em cada categoria e haverá premiação especial por vídeos realizados por estudantes. A partir do parecer, a atribuição de prêmios será confirmada pelo diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom.