OIT e parceiros alertam para situação de 75 milhões de jovens desempregados no mundo

OIT consegue assinatura de representantes de organizações de empregadores e de trabalhadores para Declaração de Madri sobre Emprego Juvenil.

(OIT)Representantes de organizações de empregadores e de trabalhadores dos países ibero-americanos assinaram a Declaração de Madri sobre Emprego Juvenil, alertando sobre a necessidade de serem tomadas medidas para enfrentar os problemas dos jovens que ingressam no mercado de trabalho. A declaração foi resultado de uma reunião, no último fim de semana, convocada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e pela Secretaria Geral Iberoamericana (SEGIB).

A Declaração destaca que no mundo existem cerca de 75 milhões de jovens desempregados, “com casos extremos como os de Espanha e Portugal, onde se registra um desemprego superior a 50% e 35% respectivamente, enquanto que na América Latina é de cerca de 15%”.

Os representantes de empregadores e trabalhadores se comprometeram a promover junto com os governos ibero-americanos uma Conferência Regional Tripartite que se realizaria em 2013 para incentivar e melhorar políticas e programas relacionados com o emprego dos jovens. A reunião de interlocutores sociais ibero-americanos contou com a presença do novo Diretor Geral da OIT, Guy Ryder, da Diretora Regional da OIT para a América Latina e o Caribe, Elizabeth Tinoco, e do Diretor da Divisão de Assuntos Econômicos da SEGIB, Federico Poli.

A delegação dos empregadores foi chefiada pelo vice-presidente executivo da Organização Internacional de Empregadores (OIE), Daniel Fuentes de Rioja, e pelo secretário geral da Confederação Sindical das Trabalhadoras e Trabalhadores das Américas (CSA), Victor Báez.