Observatório de Segurança Cidadã é lançado no Rio Grande do Sul

Parceria entre as secretarias estaduais de Segurança Pública e de Saúde, a UNESCO no Brasil e a UFRGS, Observatório será inaugurado pelas organizações implementadoras nesta quinta-feira (4).

Parceria entre as secretarias estaduais de Segurança Pública e de Saúde, a UNESCO no Brasil e a UFRGS, Observatório será inaugurado pelas organizações implementadoras nesta quinta-feira (4).

Um importante mecanismo de prevenção à violência será lançado em Porto Alegre (RS) nessa quinta-feira (4). O Observatório de Segurança Cidadã no Rio Grande do Sul, uma parceria das secretarias estaduais de Segurança Pública e de Saúde, da UNESCO no Brasil e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), será inaugurado pelas organizações implementadoras em cerimônia que acontece às 17h30, no gabinete da Secretaria estadual de Segurança Pública.

O Observatório foi desenvolvido no âmbito do acordo de cooperação técnica da UNESCO no Brasil, intitulado Projeto de Prevenção à Violência (PPV), e visa a desenvolver pesquisas de prevenção à violência, fazer levantamentos e análises de dados no estado, promover a capacitação e formação de gestores públicos estaduais e municipais e, principalmente, qualificar o debate com gestores e com a sociedade civil na área de Segurança Pública e Cidadania.

A cerimônia de lançamento do Observatório de Segurança Cidadã no Rio Grande do Sul contará com as presenças do secretário estadual de Segurança Pública, Airton Michels, da secretária estadual de Saúde, Sandra Fagundes, da representante adjunta da UNESCO no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, e do professor José Vicente Tavares, da UFRGS.

“Para que o poder público, organismos internacionais e a sociedade civil organizada possam criar políticas efetivas de combate à violência, é preciso entender os mecanismos pelos quais a violência opera. O Observatório pretende, portanto, gerar e repassar esse conhecimento a toda sociedade, além de promover práticas que permitam construir uma sociedade menos violenta”, afirma Marlova J. Noleto, representante adjunta da UNESCO no Brasil.

Contribuição para as políticas públicas

Uma das ações previstas para o Observatório de Segurança Cidadã é a organização de dados e informações já disponíveis sobre os diversos tipos de violências e crimes. Grande parte das pesquisas, relatórios, artigos e livros no estado do Rio Grande do Sul vem sendo produzida pelos pesquisadores do Grupo de Pesquisa Violência e Cidadania (GPVC) da UFRGS, desde 1995.

Alguns desses pesquisadores farão parte do Observatório que, além de gerar novos estudos, sistematizar as informações consolidadas pelo GPVC e por outros pesquisadores e instituições, tem como um de seus objetivos contribuir para a elaboração de políticas públicas de prevenção à violência.

O Observatório pode ainda se tornar um instrumento que possibilite a interatividade entre os gestores públicos e as instituições da segurança pública do estado e de municípios. A proposta é disponibilizar para consulta aos órgãos governamentais e à população interessada os dados sistematizados, conhecimento que possui o potencial de impulsionar a atuação de prevenção à violência e promoção da segurança cidadã.

Mais informações:
UNESCO no Brasil
Ana Lúcia Guimarães – (61) 2106 3536, (61) 9966 3287, a.guimaraes@unesco.org
Anita Campos – (61) 2106 3538, a.campos@unesco.org
http://www.unesco.org/brasilia
http://www.facebook.com/unescobrasil
http://www.twitter.com/unescobrasil