‘O processo de paz no Oriente Médio está congelado’, diz Ban Ki-moon

ONU quer urgentemente a retomada do processo de paz entre Israel e Palestina.

A ONU ressaltou ontem (19) a urgência em retomar o processo de paz no Oriente Médio, observando que o impulso de uma solução para o conflito entre Israel e a Palestina cessou, após os recentes acontecimentos, e o diálogo é mais do que nunca necessário.

“O processo de paz no Oriente Médio está congelado”, afirmou  o Secretário-Geral, Ban Ki-moon, durante coletiva de imprensa na sede da ONU em Nova York, acrescentando que os dois lados parecem mais polarizados do que nunca. “Palestina e Israel precisam retomar as conversações paralisadas desde setembro de 2010, quando Israel se recusou a congelar a atividade de assentamento nos territórios ocupados da Palestina.”

No mês passado, a Assembleia Geral da ONU concedeu à Palestina o status de Estado Observador não membro. Após a medida, o Governo de Israel anunciou que vai aprovar planos de construção de assentamentos de três mil unidades habitacionais na Cisjordânia e Jerusalém Oriental, ambos territórios reivindicados pela Palestina.

Ban Ki-moon expressou profunda preocupação com este fato, avaliando que a atividade é uma grave ameaça para o estabelecimento de um Estado Palestino viável.