Novo chefe do UNICEF toma posse prometendo futuro melhor para infância

Comprometendo-se a ajudar as crianças do mundo a “herdar um futuro melhor”, Anthony Lake, veterano diplomata norteamericano e experiente defensor humanitário, assumiu esta semana o comando do Fundo das Nações Unidas para a Infância, trazendo mais de 45 anos de experiência de serviço público e internacional.

Anthony Lake é o novo Diretor Executivo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) desde primeiro de maio de 2010.Comprometendo-se a ajudar as crianças do mundo a “herdar um futuro melhor”, Anthony Lake, veterano diplomata norteamericano, conselheiro de segurança nacional do ex-presidente Bill Clinton e experiente defensor humanitário, assumiu esta semana o comando do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Lake, de 70 anos, assumiu o posto como sexto Diretor Executivo do UNICEF no dia 01 de maio, em sucessão a Ann Veneman, ex-secretária de Agricultura também dos Estados Unidos. Ele traz para o Fundo mais de 45 anos de experiência de serviço público e internacional.

“Estou ansioso para trabalhar com nossos excepcionais funcionários e os muitos parceiros que temos, de modo a fazer avançar os direitos das crianças em todo o mundo”, afirmou Lake em seu primeiro dia no cargo. “Paz e segurança são a base de um mundo melhor para as crianças. Guerras não só matam as crianças. Também trazem doenças e destroem a esperança econômica. No fundo, a verdadeira paz não é encontrada em um pedaço de papel diplomático. Pode ser encontrada na vida segura e saudável de meninos e meninas. Se melhoramos suas vidas hoje, os ajudaremos a herdar um futuro melhor”.

Quando anunciou a nomeação de Anthony Lake, em março, o Secretário-Geral Ban Ki-moon elogiou sua “longa e distinta carreira” no governo dos Estados Unidos, mas enfatizou que o novo chefe do UNICEF tem laços de longa data com a ONU. Serviu por nove anos no Conselho do Fundo dos Estados Unidos para o UNICEF, incluindo sua presidência de 2004 a 2007, quando o Fundo teve um aumento significativo do financiamento e experimentou um período de transição. 

Lake também é um forte apoiador Objetivos de Desenvolvimento do Milênio das Nações Unidas (ODM), metas aprovadas na Cúpula do Milênio da ONU em 2000 que buscam reduzir uma série de males sociais até 2015, incluindo a extrema fome e a pobreza, a mortalidade materna e infantil e a falta de acesso à educação e saúde.

“Em seu coração, os objetivos de Desenvolvimento do Milênio são sobre dar às crianças mais vulneráveis do mundo uma melhor chance de alcançar seu pleno potencial – seja melhorar a saúde materna e infantil, aumentando a desigualdade de gênero na educação, ou erradicar a fome”, declarou Ban Ki-moon. “Temos muito trabalho urgente pela frente, em direção a e além das metas estabelecidas para 2015 para nós mesmos. E eu acredito que podemos fazê-lo – com o compromisso político, estratégias consistentes, investimentos adequados e o envolvimento de uma comunidade global”, afirmou Lake.

O novo chefe do UNICEF participou do Comitê Internacional da Cruz Vermelha e das organizações internacionais Save the Children e Overseas Development Council. Graduado na faculdade de Harvard e na Universidade de Princeton, com um PhD na Woodrow Wilson School of Public and International Affair, Anthony Lake atuava como professor na área de diplomacia da Universidade de Georgetown, em Washington, antes de ser nomeado para o UNICEF. Seu forte compromisso com a educação é comprovado por suas filiações anteriores nos conselhos de diversas instituições acadêmicas dos Estados Unidos, incluindo a Mount Holyoke College. É casado, tem três filhos e cinco netos.


Comente

comentários