Nova parceria da ONU vai ajudar cidades a mapear zonas de risco de desastres

Objetivo de projeto de cooperação do Escritório das Nações Unidas para a Redução de Desastres (UNISDR) é ajudar comunidades e cidades a agir antecipadamente.

Em Bangladesh, uma inovadora 'vila resiliente a desastres' foi construída em Shymnagar, numa comunidade costeira destruída após a passagem do ciclone Aila. Foto: PNUD Bangladesh/Nasif Ahmed

Em Bangladesh, uma inovadora ‘vila resiliente a desastres’ foi construída em Shymnagar, numa comunidade costeira destruída após a passagem do ciclone Aila. Foto: PNUD Bangladesh/Nasif Ahmed

O Escritório da Estratégia Internacional das Nações Unidas para a Redução de Desastres (UNISDR) anunciou a parceria com a empresa norte-americana Esri. A iniciativa tem como objetivo criar tecnologias que possam ajudar comunidades e cidades a visualizar o risco de desastres e, assim, agir antecipadamente.

A parceria foi formalizada no encontro “Abu Dhabi Ascent”, organizado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e o governo dos Emirados Árabes Unidos. O encontro tem como finalidade criar o ímpeto necessário para depois da Cúpula do Clima, que se realizará em setembro deste ano, em Nova York.

“A utilização da terra e a localização de infraestruturas críticas como escolas e hospitais é a chave para um bom planeamento em todas as comunidades, pequenas ou grandes”, afirmou a chefe do UNISDR, Margareta Wahlström.