Nova força de paz da ONU chega à região de Abyei

Força de Segurança Provisória das Nações Unidas para Abyei deve contar com 1.200 integrantes até o fim do mês.

A região de Abyei foi cenário de conflitos em maio deste anoO Subsecretário-Geral de Operações de Paz da ONU, Alain Le Roy, disse nesta quarta-feira (27/07) que 521 funcionários da nova Força de Segurança Provisória das Nações Unidas para Abyei (UNISFA) assumiram suas funções na tumultuada região do sul do Sudão. A expectativa é que, até o fim do mês, 1.200 homens integrem a Força, estabelecida pelo Conselho de Segurança para lidar com a violência na região sudanesa, disputada entre o sul e o norte do país.

Em uma reunião do Conselho de Segurança, Le Roy afirmou que ambas as partes em conflito na região se mostraram dispostas a evitar o aumento da violência e a cooperar com a UNISFA, que terá, quando totalmente operacional, um total de 4.200 membros.

No entanto, Le Roy disse que a implantação da Força tem enfrentado dificuldades ao trabalhar com o Governo do Sudão para esclarecer o uso da base logística El Obeid, que fazia parte da Missão da ONU no Sudão (UNMIS), que teve suas atividades finalizadas com a criação do Sudão do Sul, de 9 de julho. Como resultado, algumas tropas e cargas ficaram retidas no estado de Kordofan do Sul durante dias, e a Força tem enfrentado escassez de alimentos para as tropas posicionadas em Abyei.

Ele confirmou relatos de agência humanitárias da ONU de que ao menos 113 mil pessoas continuam deslocadas na região, e de que “não deve haver muitos retornos antes da implementação da UNISFA e da retirada das Forças Armadas sudanesas”.