No Rio, TV socioeducativa ajuda a reinserir jovens privados de liberdade

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Funcionando dentro de uma unidade de internação para jovens que agiram contra a lei, a TV Degase realiza programas semanais produzidos por adolescentes entre 12 e 17 anos, no Rio de Janeiro. Confira nesse vídeo especial do Centro de Informação da ONU para o Brasil (UNIC Rio).

Desde 2010, o projeto é oferecido pelo Departamento Geral de Ações Socioeducativas (DEGASE), órgão ligado à Secretaria de Educação do Estado do Rio, e forma 160 jovens por ano. Nas aulas, os alunos desenvolvem competências em roteiro, direção, produção, câmera e realização de entrevistas, produzindo uma matéria por semana.

Um aluno(*) da TV Degase conta que “só de olhar, parece que eu me apaixonei por aquilo. Achei um lugar que eu me encaixei legal”. Fora do regime interno, ele pretende seguir a carreira de jornalista: “Meu sonho é ver o no meu nome aparecer na televisão. Vocês ainda vão me ver em todo o Brasil fazendo reportagens”.

Atualmente como monitora no projeto, ex-aluna(*) conta que a TV a ajudou a superar a timidez: “No começo eu nem gostava de aparecer na frente das câmeras. Hoje, para qualquer coisa que o professor me chamar, eu vou”. Segundo ela, o curso também melhorou a comunicação em casa.

Para os jovens que obtém a liberdade e desejam continuar trabalhando com produção de vídeo, o “Na Pista TV” oferece aulas para aperfeiçoar a linguagem do audiovisual. “Um desejo antigo nosso era ter um caminho aqui fora para falar: ‘Quer continuar? Vem fazer com a gente aqui fora’, que foi a ideia do Na Pista”, relata Eduardo Caon, coordenador da TV Degase e do ‘Na Pista TV’.

O “Na Pista” é aberto à comunidade, para jovens de até 21 anos, e conta com o patrocínio de uma empresa privada para o primeiro semestre de 2017. Segundo o coordenador, para ajudar a formar outros 80 jovens no segundo semestre, o curso ainda precisa de apoio financeiro.

“Ferramentas para virarem protagonistas, eles já têm. O que espero do projeto aqui de fora é que órgãos e voluntários tenham mais facilidade para chegar neles”, aponta.

Criado há cerca de um mês, o “Na Pista TV” tem o objetivo de absorver os alunos da TV Novo Degase até os 21 anos. A iniciativa é de Eduardo Caon em parceria com a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro.

(*) Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), qualquer forma de identificação dos adolescentes é proibida.


Mais notícias de:

Comente

comentários