No Equador, UNESCO promove fórum regional sobre juventude e biodiversidade

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Teve início nesta quarta-feira (5) em Catacocha, no Equador, o primeiro Fórum de Jovens da Rede de Reservas da Biosfera da Ibero-América e Caribe (IberoMAB). Encontro discute oportunidades de desenvolvimento sustentável para a juventude que vive, trabalha e estuda nesses espaços de conservação reconhecidos pela UNESCO. Evento promove atividades até o próximo sábado (8), com a participação de mais de 90 pessoas de 24 países.

Reserva Transfronteiriça Bosques da Paz, localizada entre o Equador e o Peru. Foto: UNESCO

Reserva Transfronteiriça Bosques da Paz, localizada entre o Equador e o Peru. Foto: UNESCO

Teve início nesta quarta-feira (5) em Catacocha, no Equador, o primeiro Fórum de Jovens da Rede de Reservas da Biosfera da Ibero-América e Caribe (IberoMAB). Encontro discute oportunidades de desenvolvimento sustentável para a juventude que vive, trabalha e estuda nesses espaços de conservação reconhecidos pela UNESCO. Evento promove atividades até o próximo sábado (8), com a participação de mais de 90 pessoas de 24 países.

Um dos objetivos do fórum é estabelecer uma rede regional de jovens preocupados com a biodiversidade. As delegações também vão elaborar uma declaração e um plano de ação, com conclusões sobre os debates e reivindicações. A reunião é promovida pelo Programa da UNESCO “O Homem e a Biosfera” (MAB), que deseja ver a juventude assumindo o protagonismo das discussões.

Outro organismo envolvido no evento é a Reserva da Biosfera de Bosque Seco, no Equador. Essa unidade de preservação faz fronteira com outra área reconhecida pela UNESCO, a Noroeste Manglares-Amotapes, no Peru. Juntas, as duas formam a Reserva Transfronteiriça Bosques da Paz, a primeira reserva da biosfera na América do Sul localizada entre dois países. Em todo o mundo, existem apenas 20 reservas transfronteiriças.

O local situado na divisa dos dois territórios esteve à beira de um conflito armado há pouco mais de 20 anos, segundo a UNESCO. Hoje, a reserva peruana-equatoriana reforça laços fraternos de confiança e cooperação.

O encontro em Catacocha está sendo patrocinado pela UNESCO com o apoio das duas reservas, dos Ministérios de Meio Ambiente do Equador e do Peru, do Serviço Nacional de Áreas Protegidas pelo Estado do Peru e da Comunidade de Bosque Seco.

O Programa “O Homem e a Biosfera” (MAB) tem a responsabilidade de designar e avaliar reservas da biosfera em 122 países. O projeto da UNESCO promove várias iniciativas em todo o mundo para contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.


Mais notícias de:

Comente

comentários