No Dia Internacional da Felicidade, ‘Angry Birds’ se unem à ONU para lutar contra mudanças climáticas

Personagens se juntaram à ONU para explicar o que é que os deixa com tanta raiva: pobreza, fome e mudanças climáticas. Para eles, todos podem se envolver no combate às transformações do clima, realizando ações simples para proteger o planeta.

Em 2016, o Dia Internacional da Felicidade, comemorado neste domingo (20), chamou atenção para a luta contra as mudanças climáticas. Para celebrar a data e mobilizar esforços contra a degradação do meio ambiente, as Nações Unidas receberam o apoio de parceiros especiais: os personagens do jogo de vídeo game e do desenho animado “Angry Birds”.

Esses pássaros famosos pela falta de bom humor se juntaram à ONU para explicar o que é que os deixa com tanta raiva: pobreza, fome e mudanças climáticas.

Embora sejam desafios formidáveis, que os Estados-membros das Nações Unidas terão de enfrentar nos próximos anos, algumas ações simples podem ser realizadas por qualquer pessoa para combater as transformações do clima, como usar transporte público e caminhar, em vez de utilizar automóveis particulares; poupar água; lembrar de apagar as luzes; reciclar o lixo; realizar atividades externas que levam à economia de energia elétrica; e plantar uma árvore, entre outras.

“Esses embaixadores animados estão ajudando a trazer atenção para a importância da ação contra a mudança climática em prol do nosso futuro comum. Você também pode se juntar a eles compartilhando suas próprias ações contra a mudança climática, usando a hashtag #AngryBirdsHappyPlanet”, convidou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon. A campanha é resultado de uma parceria entre a Sony Pictures Entertainment, a Fundação das Nações Unidas e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

O chefe das Nações Unidas destacou que “a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável é nossa estratégia para alcançar uma vida digna para todos e todas”.

“Avançando progressivamente em direção aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que são interligados, podemos ajudar a espalhar felicidade e assegurar a paz”, afirmou o secretário-geral. A nova Agenda Global inclui um objetivo específico – o ODS número 13 – para o combate às mudanças climáticas.

Ban Ki-moon também chamou atenção para a atual conjuntura mundial. “Nesse momento de grandes injustiças, guerras devastadoras, deslocamento massivo de pessoas, extrema pobreza e outras causas de sofrimento protagonizadas pelo homem, o Dia Internacional da Felicidade é uma chance global para afirmar a paz, o bem-estar e a alegria. É mais do que um contentamento individual; é uma afirmação de que temos uma responsabilidade coletiva com a humanidade.”

“Nesse espírito de solidariedade vamos criar um futuro mais próspero, sustentável e seguro para todos”, concluiu o dirigente máximo das Nações Unidas.