No Chile, ONU Mulheres Brasil participa de sessão especial sobre Pequim+20

Evento em Santiago contou com a presença da presidenta do Chile, Michelle Bachelet, a ministra das Mulheres do Brasil, Eleonora Menicucci, e a equipe da ONU Mulheres Brasil.

Presidenta do Chile, Michelle Bachelet, entre ministras e dirigentes da América Latina e Caribe. Foto: ONU Mulheres Brasil

Presidenta do Chile, Michelle Bachelet, entre ministras e dirigentes da América Latina e Caribe. Foto: ONU Mulheres Brasil

A sessão especial sobre Pequim+20 na América Latina e no Caribe, que faz parte da 51ª reunião da Mesa Diretiva da Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e Caribe, começou nesta terça-feira (18), em Santiago, no Chile, e contou com a presença da presidenta chilena, Michelle Bachelet, a ministra das Mulheres do Brasil, Eleonora Menicucci, além da equipe da ONU Mulheres Brasil.

Organizado pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), a sessão especial avaliou as políticas de igualdade de gênero implementadas na América Latina e no Caribe a partir da 4ª Conferência Mundial sobre a Mulher, ocorrida em Pequim no ano de 1994.

Nesta terça-feira (18), a ministra brasileira encontrou-se com a equipe da ONU Mulheres Brasil, representada pela diretora da Divisão de Programas da ONU Mulheres, Gülden Türköz-Cosslett; a diretora regional da ONU Mulheres para América Latina e Caribe, Luiza Carvalho; e a representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman.

A ministra brasileira reiterou a parceria técnica com a agência da ONU e o trabalho conjunto para a igualdade de gênero no país.

Na ocasião, a ONU Mulheres destacou a importância estratégica do Brasil para o empoderamento das mulheres no mundo e ações exemplares na área de igualdade de gênero em educação, saúde, economia e combate à violência. Além disso, reforçou o compromisso da ONU Mulheres com o Brasil. A sessão especial foi encerrada nesta quarta-feira (19).