Nações Unidas irão apresentar plano para sustentabilidade dos oceanos

Quatro agências das Nações Unidas prepararam um plano para melhorar a governança dos oceanos e tratar questões como pesca predatória, poluição e biodiversidade.

Quatro agências das Nações Unidas prepararam um plano para melhorar a governança dos oceanos e tratar questões como pesca predatória, poluição e biodiversidade. O anúncio foi feito hoje (27/10) pela ONU.

O plano Modelo Sustentável para Oceanos e Áreas Costeiras procura destacar as oportunidades que os países têm ao criar mecanismos institucionais mais eficazes para proteger tanto os oceanos quanto as zonas costeiras. Segundo a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), 70% da superfície da Terra é coberta por oceanos, mas apenas 1% de sua área está protegida. Além disso, 60% dos ecossistemas marinhos mais importantes estão danificados ou super explorados, com efeitos negativos sobre os mangues e recifes de coral.

Estas questões servirão de preparatório para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio +20, em junho do próximo ano, onde os líderes mundiais vão se reunir para avaliar o progresso do desenvolvimento sustentável

O plano foi elaborado conjuntamente pela UNESCO, pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e a pela Organização Marítima Internacional (OMI), que irão apresentar dez recomendações na próxima terça-feira (1/11) em um evento em Paris. O evento será um dos destaques da  36○ conferência geral da UNESCO.