Na ONU, São Paulo detalha meta de migrar frota de ônibus para energia limpa

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse na terça-feira (16) em visita à sede da ONU, em Nova Iorque, que governos locais brasileiros estão agindo para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Ele falou à ONU News paralelamente a evento que reuniu mais de 100 líderes de governos locais e regionais.

Para Covas, a maior cidade brasileira tem avançado em prol da ação climática, especialmente em áreas como transporte, água e espaços verdes.

“Eu vim aqui, em primeiro lugar, para mostrar o que a cidade de São Paulo vem fazendo — por exemplo, a mudança na frota de ônibus hoje movida a diesel, que nós aprovamos uma lei no ano passado, para que os mais de 14 mil ônibus sejam transformados em até 20 anos em ônibus movidos a energia sem emissão de CO2, sem emissão de óxido de nitrogênio e sem emissão de material particulado”, disse. Assista ao vídeo da entrevista.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, em visita à sede da ONU, em Nova Iorque. Foto: ONU News/Reprodução

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, em visita à sede da ONU, em Nova Iorque. Foto: ONU News/Reprodução

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse na terça-feira (16) em visita à sede da ONU, em Nova Iorque, que governos locais brasileiros estão agindo para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Ele falou à ONU News paralelamente a evento que reuniu mais de 100 líderes de governos locais e regionais.

Para Covas, a maior cidade brasileira tem avançado em prol da ação climática, especialmente em áreas como transporte, água e espaços verdes.

“Eu vim aqui, em primeiro lugar, para mostrar o que a cidade de São Paulo vem fazendo — por exemplo, a mudança na frota de ônibus hoje movida a diesel, que nós aprovamos uma lei no ano passado, para que os mais de 14 mil ônibus sejam transformados em até 20 anos em ônibus movidos a energia sem emissão de CO2, sem emissão de óxido de nitrogênio e sem emissão de material particulado”, disse.

No evento, o grupo de gestores municipais reforçou que é preciso impulsionar os compromissos em todos os níveis para acelerar a ação e atingir as metas globais em nível local.

Nesta quarta-feira (17), os representantes encerram as exposições sobre como os governos municipais estão liderando a adaptação e a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A cidade de São Paulo esteve entre as primeiras a fazer a apresentação no evento.

Emissões

“As ações que a cidade vem desenvolvendo para reduzir as emissões de gases de efeito estufa reafirmam o seu compromisso com o Acordo de Paris (para o clima) e vêm aqui mostrar que, no Brasil, há uma voz dissonante. Há vários governos locais que estão agindo desta forma, para que a gente possa reduzir as emissões de gases de efeito estufa e reduzir a ampliação da temperatura na terra.”

O Fórum Político de Alto Nível de 2019 é organizado pelo Conselho Econômico e Social (ECOSOC). A meta é avaliar os progressos da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável.

Sob o tema “Capacitar pessoas e garantir inclusão e igualdade”, o evento tem como foco seis ODS. O objetivo número 4 destaca a educação, enquanto o 8 aborda a ação em prol de empregos decentes e do crescimento econômico. O ODS 10 define metas sobre o combate às desigualdades.

O evento também analisa o ODS 13, que aborda a ação climática, o 16 sobre a promoção da justiça, das instituições e da paz, e o número 17 que promove parcerias e meios para implementar e alcançar essas metas.

Assista à entrevista:


Comente

comentários