Na ONU, Patriota diz que debaterá ‘saída gradual e progressiva’ do Haiti

Chanceler afirmou que este foi um dos temas da reunião que manteve com Ban Ki-moon nesta terça-feira (12), em Nova York, assim como a agenda do desenvolvimento mundial após a Rio+20.

Antonio Patriota é ministro das Relações Exteriores do Brasil. Foto: ONUMônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, discutiu com o Secretário-Geral das Nações Unidas a presença do País no Haiti.

Em entrevista à Rádio ONU nesta terça-feira (12), Antonio Patriota contou que a “saída gradual e progressiva” das tropas brasileiras da ilha caribenha era um dos temas da reunião com Ban Ki-moon, na sede da Organização em Nova York.

“O Haiti que continua a ser palco de uma presença de numerosas tropas brasileiras, mas onde nós temos que começar a pensar também numa saída gradual e progressiva. E no dia de hoje, não posso deixar de falar dos ensaios nucleares na Coreia do Norte. O Ban Ki-moon sendo ex-chanceler da Coreia (do Sul) e coreano. Sem dúvida, terá comentários a fazer sobre o assunto.”

O Brasil está liderando o componente militar das forças de paz da ONU no Haiti desde 2004. Ainda no encontro do Ministro Patriota com Ban estão os progressos da agenda do desenvolvimento sustentável após a Rio+20.

Ouça a entrevista à Rádio ONU abaixo ou clicando aqui.

[audio:http://downloads.unmultimedia.org/radio/pt/ltd/mp3/2013/13021217.mp3%5D

Leia a intervenção de Antonio Patriota no debate do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre Proteção de Civis em Conflitos Armados (clique aqui).