Na ONU em Genebra, ministros de telecomunicações e de saúde debatem uso de tecnologias digitais

Com mais de 7 bilhões de assinaturas de dispositivos móveis em todo o mundo e com o uso de tecnologias de informação e comunicação, o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável na área da saúde pode estar mais próximo.

Foto: Leonardo Augusto Matsuda/CC

Foto: Leonardo Augusto Matsuda/CC

Uma mesa-redonda interministerial de alto nível sobre saúde digital foi realizada na sede das Nações Unidas em Genebra, na Suíça, no mês de maio (24). O evento reuniu ministros de Telecomunicações, Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) e Saúde.

Os ministros debateram o uso das TIC para melhorar a cobertura de saúde universal, oferecer oportunidades estratégicas para a adoção plena da tecnologia digital no setor da saúde e promover a colaboração intersetorial, entre outros.

A mesa-redonda, um evento paralelo à 69ª Assembleia Mundial da Saúde, foi aberta pelo secretário-geral da União Internacional de Telecomunicações (UIT), Houlin Zhao, e pela diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan.

Segundo Zhao, essas tecnologias capacitam bilhões de indivíduos em todo o mundo, e serão fundamentais para o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável sobre a saúde – o número três.

“Temos a oportunidade de transformar o modo como são entregues os cuidados com saúde, em especial nas regiões mais pobres e remotas do mundo, e ao mesmo tempo capacitar os pacientes e os cidadãos em toda a parte a intervir em seus próprios cuidados de saúde”, acrescentou.

De acordo com a diretora-geral adjunta para Sistemas de Saúde e Inovação da OMS, Marie-Paule Kieny, os telefones celulares podem ser uma das mais poderosas ferramentas à nossa disposição para alcançar a cobertura universal de saúde em todo o mundo, potencial que só poderá ser realizado com a colaboração dos ministérios da Saúde e Telecomunicações.

Com mais de 7,1 bilhões de assinaturas de acesso móvel em todo o mundo e o rápido crescimento da interconectividade global através das Tecnologias de Informação e Comunicação, novas perspectivas para ajudar os pacientes e melhorar o acesso a saúde estão se abrindo, fornecendo novas soluções e caminhos para a prevenção, cuidados e controle de doenças.


Comente

comentários