Moçambique: Chefe da ONU elogia diálogo entre presidente e líder da oposição

Encontros entre o presidente moçambicano e o líder do principal partido de oposição na capital Maputo, entre 7 e 9 de fevereiro, são os primeiros desde que a oposição iniciou um boicote ao Parlamento.

Maputo, capital e maior cidade de Moçambique. Foto: Vanninis (Wikipédia/CC)

Maputo, capital e maior cidade de Moçambique. Foto: Vanninis (Wikipédia/CC)

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, elogiou a série de reuniões entre o presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, e o chefe do principal partido da oposição (Renamo), Afonso Dhlakama. Ban disse que está satisfeito com o progresso realizado nas negociações entre os dois líderes e os felicitou pelo seu “compromisso com o diálogo”, disse um porta-voz da ONU nesta segunda-feira (9).

Em um comunicado divulgado à noite, o porta-voz da ONU afirmou que Ban Ki-moon se mostrou esperançoso e espera que as reuniões “consolidem o caminho para a resolução pacífica das questões pendentes na agenda do diálogo, em respeito ao quadro constitucional, e o trabalho da Assembleia da República”.

Os encontros entre Nyusi e Dhlakama, realizados na capital Maputo entre os dias 7 e 9 de fevereiro, são os primeiros desde que a Renamo iniciou um boicote ao Parlamento de Moçambique, impedindo seus 89 deputados de participar da sessão de abertura da Assembleia da República.

“O secretário-geral reitera o compromisso das Nações Unidas em apoiar Moçambique em seu caminho rumo ao desenvolvimento, ao fortalecimento das instituições democráticas, à paz sustentável e à estabilidade”, acrescentou o comunicado.