Moçambique: 30 milhões de dólares são necessários para ajudar vítimas de enchentes, diz ONU

Inundações na província de Zambézia já afetaram mais de 160 mil pessoas no país africano.

Mais de 160 mil pessoas foram afetadas peas enchentes na províncipa da Zambézia, em Moçambique. Foto: OCHA

Mais de 160 mil pessoas foram afetadas peas enchentes na províncipa da Zambézia, em Moçambique. Foto: OCHA

As Nações Unidas pediram,  nesta sexta-feira (13),  30,1 milhões de dólares para responder as necessidades de emergência e recuperação das mais de 160 mil pessoas afetadas pelas enchentes da província de Zambézia, em Moçambique. A coordenadora residente da ONU e responsável pelos assuntos humanitários no país, Jennifer Topping, afirmou que as inundações devastaram grande parte das comunidades dessa região moçambicana.

Os fundos solicitados serão usados para implementar um plano de recuperação, que inclui assistência às vítimas, através da distribuição de água e alimentos, cuidados com a saúde, criação de abrigos e centros de educação. As doações também serão utilizadas para restabelecer os meios de subsistência, estimular a recuperação local  e ajudar em outras atividades econômicas.

O acesso limitado às áreas afetadas continua prejudicando uma resposta efetiva. A cheia na bacia do rio Licungo tem causado sérios danos a estradas e pontes, especialmente na Zambézia onde 70% da província permanece inalcançável por terra.