Missão de paz da ONU dará apoio técnico e logístico nas eleições na República Democrática do Congo

Últimas eleições presidenciais e legislativas, em novembro de 2011, terminaram em violência generalizada, com um saldo de 41 mortos no país e quase 800 feridos.

Congoleses fogem da onda de violência durante as eleições nacionais de novembro de 2011. Foto: ONU

A missão de paz das Nações Unidas na República Democrática do Congo (MONUSCO) informou, nesta quarta-feira (23), que vai dar apoio técnico e logístico para as eleições presidenciais, estaduais e municipais que devem ser realizadas no país entre 2014 e 2016.

“É do interesse da MONUSCO apoiar estas operações, providenciar agentes eleitorais e manter relações com todos os partidos políticos, sejam de oposição ou situação”, disse o representante especial do secretário-geral e chefe da força de paz, Martin Kobler.

Em novembro de 2011, as eleições nacionais foram prejudicadas por casos de violência interpartidária em quase todas as províncias da nação. Somente naquele período, a ONU contabilizou 345 violações, que fizeram 769 vítimas e levaram à morte de 41 indivíduos. “Os erros de 2011 serão evitados”, afirmou Kobler.

“Com base nas experiências no Afeganistão e Iraque, sabemos que são necessários vários meses para o planejamento dessas operações.”