Missão de Paz da ONU afirma que posse de novo presidente do Mali é grande marco político

País sofreu golpe militar em 2012 e enfrenta conflito entre tropas do Governo e rebeldes tuaregues. ONU forneceu apoio técnico, logístico e segurança para a eleição.

Juramento do presidente do Mali, Ibrahim Boubacar Keita. Foto: MINUSMA/Fred Fath

A cerimônia de posse do presidente eleito do Mali será em 19 de setembro, mas Ibrahim Boubacar Keita fez seu juramento e nomeou seu gabinete no início do mês.

Para a Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização no Mali (MINUSMA), a posse é um grande marco políco para o país, que em 2012 sofreu um golpe militar e tem enfrentado um conflito entre as forças do Governo e rebeldes tuaregues.

A MINUSMA forneceu, além do apoio às autoridades de segurança, assistência técnica e logística para os dois turnos das eleições realizadas em 28 de julho e 11 de agosto.