Missão da ONU condena ataque ‘assassino’ contra civis na República Democrática do Congo

Soldado da missão da ONU patrulha em veículo blindado para fornecer proteção para os civis no centro de Beni, República Democrática do Congo (RDC). Foto: MONUSCO/Abel Kavanagh

O chefe da Missão da ONU na República Democrática do Congo (MONUSCO) condenou com firmeza o ataque mortal da última quarta-feira (15) contra os civis na província de Kivu do Norte e expressou profundas condolências às famílias das vítimas.

De acordo com a MONUSCO, nas primeiras horas da manhã, um grupo de indivíduos não identificados suspeitos de pertencer ao grupo rebelde Forças Democráticas Aliadas à base de Uganda (ADF) atacou a aldeia Matiba, no território de Beni, nordeste do país.

“Meu coração está com as suas almas”, declarou o representante especial do secretário-geral na RD Congo, Martin Kobler.

“Estou profundamente chocado com as mortes de civis. É absolutamente necessário que as forças armadas da República Democrática do Congo e a MONUSCO retomem sua cooperação. Juntos será possível evitar uma maior deterioração da situação de segurança”, declarou Kobler.