Missão Africana da ONU manifesta preocupação sobre conflitos em Darfur

A Missão de Paz Conjunta das Nações Unidas-União Africana em Darfur (UNAMID) manifestou (24/12) grande preocupação em relação aos confrontos entre as Forças Armadas do Sudão e os movimentos rebeldes na região.

Patrulha da UNAMID no Darfur do NorteA Missão de Paz Conjunta das Nações Unidas-União Africana em Darfur (UNAMID) manifestou (24/12) grande preocupação em relação aos confrontos entre as Forças Armadas do Sudão e os movimentos rebeldes na região. “A UNAMID pede a todas as partes que cessem com as hostilidades, que não apenas colocam a vida de civis inocentes em perigo, mas também prejudicam o processo de paz,” declarou a Missão.

Os confrontos relatados recentemente ocorreram em Dar al-Salaam, no Darfur do Norte, a aproximadamente 60 quilômetros ao sul de El Fasher, onde a Missão está instalada. A UNAMID pediu às forças do Governo e aos movimentos rebeldes que garantam o acesso seguro de grupos humanitários para o deslocamento de pessoas em Khor Abeche, Shangil Tobaya e Shaeria, onde milhares fugiram para instalações da Missão após os conflitos.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, já havia manifestado preocupação sobre os confrontos recentes em Darfur, onde pelo menos 300 mil pessoas foram mortas e 2,7 milhões desalojadas. Ban expressou seu apoio ao trabalho da UNAMID, agências da ONU e equipes não-governamentais trabalhando em áreas do Darfur do Sul e do Norte afetadas pela violência, elogiando seu trabalho incansável e sob condições difíceis pela proteção de civis.

Ele também pediu aos grupos rebeldes que se juntem ao processo de paz, destinado ao fim do conflito, e pediu ao Governo que exercesse a moderação e assegurasse a proteção de civis.