Ministério da Justiça e ACNUR divulgam no Rio relatórios sobre refúgio no Brasil e no mundo

Alto Comissariado da ONU para Refugiados (ACNUR) divulga nesta quarta-feira (19 de junho), a partir das 9hs no auditório da CARRJ/OAB Rio, o relatório “Tendências Globais 2012”, com os dados mais recentes sobre deslocamentos forçados no mundo. Na mesma ocasião, o Comitê Nacional para Refugiados (CONARE) do Ministério da Justiça divulgará novos números sobre o perfil do refúgio no Brasil.

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados (ACNUR) divulga nesta quarta-feira (19 de junho), a partir das 9hs no auditório da CARRJ/OAB Rio, o relatório “Tendências Globais 2012”, com os dados mais recentes sobre deslocamentos forçados no mundo. Na mesma ocasião, o Comitê Nacional para Refugiados (CONARE) do Ministério da Justiça divulgará novos números sobre o perfil do refúgio no Brasil.

Os números serão divulgados durante o seminário “Criando Novos Caminhos: Articulação da Rede de Proteção aos Refugiados e suas Famílias”, organizado pela Caritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro e a seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no Estado. O auditório da CARRJ/OAB Rio fica na Avenida Marechal Câmara, 210, 6º andar, Centro do Rio de Janeiro.

O relatório “Tendências Globais 2102” será divulgado pelo representante do ACNUR no Brasil, Andrés Ramirez. Os dados sobre refúgio no Brasil serão anunciados pelo Diretor do Departamento de Estrangeiros do Ministério da Justiça, João Guilherme Granja. Ambos atenderão à imprensa no local.

O seminário e a divulgação dos relatórios sobre refúgio no Brasil e no mundo fazem parte das celebrações do Dia Mundial do Refugiado no país, que é observado no dia 20 de junho (quinta-feira). Para marcar a data neste ano, o ACNUR lançou a campanha “1 família”, que ressalta o impacto dos conflitos sobre núcleos familiares que são obrigados a deixar suas comunidades e seus países de origem devido a guerras, conflitos e perseguições, em busca de proteção e da possibilidade de reconstruir suas vidas.

O seminário contará com a presença de representantes da Caritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro, da CAARJ/OAB Rio, da Coordenadoria dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDEDICA) da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro e do Comitê Estadual Intersetorial de Políticas de Atenção aos Refugiados do Estado do Rio de Janeiro.

Durante o evento, serão homenageados cidadãos e instituições que atuam a favor da integração dos refugiados no Brasil, entre eles o refugiado congolês Charly Kongo Nzalambila, que dá aulas de português para outros refugiados congoleses que vivem no Rio, o Pastor Laza Ndosi da Igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira, que congrega a comunidade de refugiados congoleses residentes em Brás de Pina, e a CDEDICA.

Em todo o mundo, guerras e perseguições já forçaram mais de 45 milhões de pessoas a deixar suas casas, a grande maioria delas tornando-se refugiadas ou deslocadas internas em seus próprios países. O Brasil abriga cerca de 4.200 refugiados reconhecidos pelo governo brasileiro.

Serviço

● Evento: Lançamento do relatório “Tendências Globais 2012”, do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) e de estatísticas do Ministério da Justiça sobre refúgio no Brasil, durante seminário “Criando Novos Caminhos: Articulação da Rede de Proteção aos Refugiados e suas Famílias”.
● Data e horário: 19 de junho de 2013, a partir das 9hs;
● Local: Auditório da CAARJ / OAB Rio
● Endereço: Avenida Marechal Câmara, 210, 6º andar, Centro, Rio de Janeiro (RJ)

Para mais informações, entre em contato com:

● Unidade de Informação Pública do ACNUR Brasil (61.3044.5744)
● Assessoria de Comunicação do Ministério da Justiça (61.2025.3135 / 3315)
● Assessoria de Comunicação da OAB Rio: (21.2272.2066)
● Caritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro (21.2567.4177 / 2567.4105)

Mais informações

ACNUR Brasil
Assessoria de Comunicação
Fone: (61) 3044.5744
Fax: (61) 3044.5705
e-mail: informacao@unhcr.org
Visite www.acnur.org.br