Mianmar: ONU libera 9 milhões de dólares para ajudar vítimas das inundações

Fundos se destinam à resposta de emergência contra as chuvas, que já afetaram mais de 330 mil pessoas e mataram pelo menos 88.

Ciclone Komen varreu o oeste de Mianmar, causando inundações e destruição. Foto: Khin Khin Aung/PMA

Ciclone Komen varreu o oeste de Mianmar, causando inundações e destruição. Foto: Khin Khin Aung/PMA

O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários e coordenador de Emergência da Organização, Stephen O ‘Brien, autorizou o uso de 9 milhões de dólares do Fundo Central de Resposta de Emergência (CERF) das Nações Unidas para ajudar as organizações humanitárias a intensificar rapidamente a assistência em Mianmar. O país sofre com grandes inundações e chuvas de monção que afetaram mais de 330 mil pessoas e mataram pelo menos 88.

“Estes fundos vão ajudar a fornecer abrigos de emergência, abastecimento de água potável, saneamento, alimentação, cuidados de saúde e outros serviços básicos, em um momento em que as pessoas estão em necessidade desesperadora”, disse nesta sexta-feira (7) O’Brien. “No entanto, outras fontes de financiamento continuam sendo urgentemente necessárias à medida que as operações de ajuda em Mianmar permanecem criticamente subfinanciadas”, lembrou.

Os fundos liberados pelo CERF permitirão que as organizações de ajuda humanitária aumentem sua resposta e atendam cerca de 160 mil pessoas nos estados de Rakhine e Chin, bem como nas regiões de Sagaing e Magway.

As agências humanitárias estimam que pelo menos 47 milhões de dólares são necessários para ajudar todos os afetados neste desastre humanitário, porém esse número deve aumentar.