Mianmar: acordo de cessar-fogo é uma conquista histórica, comemora ONU

O cessar-fogo é o primeiro passo para acabar com um conflito que dura mais de 60 anos, disse o assessor especial da ONU para o país, Vijay Nambiar.

Mãe e seu filho na aldeia Kyon Da, no delta do rio Irrawaddy, em Mianmar. Foto: ONU/Mark Garten

Mãe e seu filho na aldeia Kyon Da, no delta do rio Irrawaddy, em Mianmar. Foto: ONU/Mark Garten

A assinatura do cessar-fogo entre o governo de Mianmar e 16 grupos étnicos armados que operam no país asiático é “uma conquista histórica e significativa”, que acaba com mais de 60 anos de conflito e hostilidades, declarou nesta terça-feira (31) o assessor especial das Nações Unidas para Mianmar, Vijay Nambiar.

Depois de mais de um ano de negociações, durante as quais a ONU e a China atuaram como observadores, o Comitê União Paz Trabalho de Mianmar e a Equipe de Cessar-fogo no País chegaram a um acordo, estabelecendo a próxima fase do processo de paz e reconciliação.

“A assinatura deste um acordo é o primeiro passo para um diálogo maior para resolver as questões políticas e militares que abrirão o caminho para um futuro inclusivo e harmonioso para o Mianmar”, afirmou Nambiar.