Merkel e líderes de agências multilaterais pedem maior cooperação no comércio global

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

A chanceler alemã, Angela Merkel, realizou reunião com chefes de seis agências multilaterais na segunda-feira (11) em Berlim para discutir formas de promover a cooperação econômica internacional para enfrentar os desafios globais e melhorar as perspectivas de crescimento inclusivo e sustentável.

“O aumento das tensões comerciais cria o risco de um grande impacto econômico, minando o mais forte período sustentado de crescimento comercial desde a crise financeira”, disse na ocasião o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), o brasileiro Roberto Azevêdo.

Merkel e líderes de seis agências multilaterais pedem mais cooperação no comércio global. Foto: OMC

Merkel e líderes de seis agências multilaterais pedem mais cooperação no comércio global. Foto: OMC

A chanceler alemã, Angela Merkel, realizou reunião com chefes de seis agências multilaterais na segunda-feira (11) em Berlim para discutir formas de promover a cooperação econômica internacional para enfrentar os desafios globais e melhorar as perspectivas de crescimento inclusivo e sustentável.

O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), o brasileiro Roberto Azevêdo, participou da reunião, ao lado dos diretores da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Fundo Monetário Internacional (FMI), Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Banco Mundial e Banco Africano de Desenvolvimento. Um comunicado de imprensa conjunto foi emitido no final da reunião.

“O aumento das tensões comerciais cria o risco de um grande impacto econômico, minando o mais forte período sustentado de crescimento comercial desde a crise financeira. Também representam uma ameaça sistêmica real, podendo ter impactos muito maiores no longo prazo. Continuaremos trabalhando para resolver essas tensões e evitar uma escalada ainda mais danosa que envolva outros setores, potencialmente prejudicando mais os trabalhadores”, disse o diretor-geral da OMC.

“Enquanto trabalhamos para resolver os problemas atuais, precisamos também melhorar a cooperação e melhorar nossas estruturas institucionais para atender as necessidades de nossos membros”, disse Azevêdo.

“Muitos concordariam que o sistema de comércio é imperfeito e que precisa de reforma. Eu concordaria com isso, mas também diria que os princípios centrais do sistema têm um tremendo valor, são o pilar sobre o qual muitas décadas de estabilidade, crescimento e desenvolvimento foram construídas, mas também devemos procurar fortalecê-lo e melhorá-lo, para o benefício de todos.”

“A melhor maneira de fazer isso é através de um novo diálogo entre os líderes. Precisamos encontrar formas construtivas de engajar e unir líderes. Eu cumprimento a chanceler por seus esforços aqui. Estou ansioso para trabalhar com ela para esse fim.”


Mais notícias de:

Comente

comentários