Malala Yousafzai é a Mensageira da Paz mais jovem na história da ONU

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, designou nesta segunda-feira (10) a ativista pelos direitos das crianças e vencedora do Nobel Malala Yousafzai como Mensageira da Paz da ONU, com foco especial na educação de meninas.

António Guterres e Malala Yousafzai – Foto: Eskinder Debebe/ONU

António Guterres e Malala Yousafzai – Foto: Eskinder Debebe/ONU

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, designou nesta segunda-feira (10) a ativista pelos direitos das crianças e vencedora do Nobel Malala Yousafzai como Mensageira da Paz da ONU, com foco especial na educação de meninas.

Ao descrevê-la como “símbolo da coisa mais importante do mundo, a educação para todos”, ele concedeu a honra numa cerimônia na sede da ONU em Nova Iorque. Malala, que foi atingida por tiros do Talibã em 2012 por frequentar aulas, é a Mensageira da Paz mais jovem da ONU e a primeira a ser designada pelo secretário-geral desde que ele assumiu o cargo, em janeiro deste ano. A jovem paquistanesa tem 19 anos.

Malala ressaltou a importância da educação, especialmente para meninas, para o avanço das comunidades e sociedades. “(A mudança) começa conosco e deve começar agora. Se você quer ter um futuro brilhante, você precisa começar a trabalhar agora e não esperar por ninguém mais”, afirmou.

Os Mensageiros da Paz são indivíduos renomados, cuidadosamente selecionados dentro dos campos da arte, literatura, ciência, entretenimento, esportes e outras áreas da vida pública, que concordam em ajudar a chamar atenção do mundo para o trabalho da Organização das Nações Unidas. Recebendo a maior honraria concedida pelo secretário-geral, estas personalidades trabalham voluntariamente com seu tempo, talento e paixão para sensibilizar e conscientizar para os esforços da ONU em melhorar a vida de bilhões de pessoas em todo o mundo.