Mais de 10 milhões de novos professores necessários para alcançar metas de educação

Nações Unidas comemoraram nesta terça-feira (05) o Dia Mundial dos Professores. Funcionários da Organização pediram aos governos que corrijam um deficit de mais de 10 milhões de professores até 2015, destacando o papel crucial que os professores desempenham na recuperação de desastres naturais e conflitos.

Mais de 10 milhões de novos professores necessários para alcançar metas de educaçãoAs Nações Unidas comemoraram nesta terça-feira (05) o Dia Mundial dos Professores. Funcionários da Organização pediram aos governos que corrijam um deficit de mais de 10 milhões de professores até 2015, destacando o papel crucial que os professores desempenham na recuperação de desastres naturais e conflitos.

“Sem um número suficiente de professores capacitados e profissionalmente motivados, corremos o risco de ficar aquém da promessa feita 10 anos atrás no Fórum Mundial de Educação para as crianças e a juventude: educação para todos até 2015. Isto porque os professores são o coração do sistema de ensino”, declararam os chefes de quatro das principais agências da ONU.

“O baixo nível social, baixo salário e más condições de trabalho violam os direitos dos professores, ao mesmo tempo que desencorajam talentosos jovens a ingressar e permanecer na profissão docente. A situação deve ser corrigida em um momento em que o mundo precisa de um número estimado de 10,3 milhões de novos professores para atingir os objetivos de educação internacionalmente acordados até 2015”, acrescentaram.

O tema da comemoração deste ano é “A recuperação começa com os professores”. Em uma discussão, professores do Haiti, Israel, Lesoto, Mali, Laos e França compartilharam suas experiências em lidar com a crise. A apresentação das últimas estatísticas sobre a escassez global de professores e a abertura de uma exposição fotográfica sobre os professores que trabalham em condições particularmente assustadoras também marcaram o dia.