Líbano: eleições foram ‘passo vital’ para construção da democracia, diz chefe da ONU

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Felicitando o Líbano pela realização de eleições parlamentares no domingo (6), o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou aos líderes políticos do país para que trabalhem “num espírito de unidade”. Esta foi a primeira renovação do Parlamento libanês desde 2009.

Foto: IRIN / Anja Pietsch

Foto: IRIN / Anja Pietsch

Felicitando o Líbano pela realização de eleições parlamentares no domingo (6), o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou aos líderes políticos do país para que trabalhem “num espírito de unidade”.

Em um comunicado, Guterres instou os líderes políticos do país a apresentar uma frente unida “com vistas a promover a agenda ambiciosa estabelecida pelo Líbano e seus parceiros internacionais”.

“As eleições representam um passo vital no fortalecimento das instituições estatais do Líbano e na consolidação de sua tradição democrática”, acrescentou o secretário-geral.

O chefe da ONU também disse que espera pela formação do novo governo.

A declaração acrescentava que todo o Sistema ONU continuaria a apoiar o Líbano e sua “soberania, estabilidade e independência política, de acordo com o Acordo de Taif – que encerrou a guerra civil de décadas no país – bem como as resoluções relevantes do Conselho de Segurança”.

A eleição parlamentar de domingo foi a primeira desde 2009.

É também a primeira vez que o Líbano vai às urnas desde o início da crise na Síria, que expulsou de seus lares mais de 1,5 milhão de pessoas em busca de refúgio no país vizinho.


Comente

comentários