Kofi Annan renuncia como Enviado da ONU e da Liga Árabe para a Síria

O diplomata de Gana e ex-Secretário-Geral das Nações Unidas estava tentando negociar o fim do conflito no país do Oriente Médio.

Kofi Annan renuncia como Enviado da ONU e da Liga Árabe para a Síria

O Enviado Especial Conjunto das Nações Unidas e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan, renunciou ao cargo nesta quinta-feira (2). O diplomata de Gana e ex-Secretário-Geral das Nações Unidas estava tentando negociar o fim do conflito no país do Oriente Médio.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que Kofi Annan o informou que não renovará o seu mandato, que expira no final de agosto. “Eu gostaria de expressar minha profunda gratidão ao Sr. Annan pelos esforços determinados e corajosos que ele fez como Enviado Especial Conjunto para a Síria”, declarou Ban por meio de um comunicado.

Ban Ki-moon está consultando o Secretário-Geral da Liga Árabe sobre a nomeação de um sucessor de Kofi Annan, que chegou ao posto em fevereiro deste ano.