“Investir nos Países Menos Desenvolvidos é uma oportunidade para todos”, diz Ban

Chefes de Estado e autoridades de organizações internacionais participaram, nesta segunda-feira (09/05) em Istambul (Turquia), da abertura da Quarta Conferência da ONU sobre Países Menos Desenvolvidos (PMD). O objetivo do evento é elaborar uma nova estratégia para ajudar os 48 países mais pobres do mundo a acelerarem seu desenvolvimento.

“Investir nos PMD é uma oportunidade para todos”, declarou o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, na abertura da conferência. Ele citou três argumentos para justificar o investimento nos países mais pobres: “primeiro, é uma oportunidade para aliviar as pessoas mais vulneráveis do mundo do fardo da pobreza, da fome e das doenças; segundo, vai impulsionar e sustentar a recuperação e a estabilidade econômica; e terceiro, oferecerá uma grande oportunidade para a cooperação Sul-Sul.”

Falando a repórteres, Ban ressaltou que o encontro deve resultar em um programa de ação prático e abrangente para impulsionar a capacidade produtiva dos PMD através do comércio, de melhorias na agricultura, do financiamento para o desenvolvimento e que lide com as consequências das mudanças climáticas.

O Presidente da Assembleia Geral, Joseph Deiss, descreveu a conferência como uma oportunidade única de fazer uma diferença real para o desenvolvimento destes países, e pediu a renovação e o fortalecimento do apoio da comunidade internacional. “Erradicar a pobreza e reduzir a vulnerabilidade dos países menos desenvolvidos é um dever que temos com as milhares de pessoas vivendo nestas nações”, afirmou. “Isto, por sua vez, vai ajudar a tornar o mundo mais seguro, mais próspero, mais dinâmico, mais democrático e mais unido.”