Investir em agricultura é a melhor arma contra a pobreza, diz chefe de Fundo das Nações Unidas

“Agricultura não só permite crescimento, mas também paga altos dividendos em termos de qualidade de vida e dignidade”, afirma Kanayo F. Nwanze.

A melhor forma de erradicar a pobreza na África é investindo em agricultura. Essa é a tese defendida pelo Presidente do Fundo lnternacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Kanayo F. Nwanze. Ele falou sobre o tema nesta segunda-feira (26/03) às vésperas de viajar para a Etiópia, onde irá se encontrar com representantes do país para abordar medidas de desenvolvimento.

“Investir em agricultura é mais efetivo em retirar as pessoas da pobreza do que investir em qualquer outro setor. Esses investimentos não só permitem um crescimento econômico e definem um cenário de longo prazo para o desenvolvimento sustentável, mas também pagam altos dividendos em termos de qualidade de vida e dignidade para a população rural pobre”, afirmou Nwanze.

Ele ainda ressaltou a importância de tornar a agricultura de subsistência em um negócio economicamente viável para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

“A experiência da FIDA mostra que agricultura é um negócio, e o nosso papel é garantir que a agricultura de pequeno porte seja lucrativa para que as comunidades rurais possam prosperar para acelerar o processo de cumprir as ODM’s. Agricultura precisa ser vista como uma engrenagem fundamental no crescimento econômico”, completou.

Segundo o Fundo, a agricultura de pequeno porte representa cerca de 80% das fazendas da África subsaariana, uma das regiões mais pobres do mundo. Em alguns países, a agricultura de pequeno porte corresponde a mais de 90% da produção.