I Curso de Preparação para Jornalistas para Cobertura em Áreas de Conflito e Forças de Paz

O I Curso de Preparação para Jornalistas em Áreas de Conflito aconteceu no Rio de Janeiro, de 10 a 14 de março de 2008. Esta iniciativa foi possível através uma parceria entre o UNIC Rio e o Centro de Instrução de Operações de Paz (CI Op Paz) do Exército brasileiro, criado em 2007 para treinar militares em missões de paz no Haiti e em outros países. Um total de 16 jornalistas – entre os 60 inscritos – das principais empresas de comunicação do Brasil foram treinados, inclusive a Assessora de Comunicação do UNIC Rio.

I Curso de Preparação para Jornalistas para Cobertura em Áreas de Conflito e Forças de PazO I Curso de Preparação para Jornalistas em Áreas de Conflito aconteceu no Rio de Janeiro, de 10 a 14 de março de 2008. Esta iniciativa foi possível através uma parceria entre o UNIC Rio e o Centro de Instrução de Operações de Paz (C I Op Paz) do Exército brasileiro, criado em 2007 para treinar militares em missões de paz no Haiti e em outros países. Um total de 16 jornalistas – entre os 60 inscritos – das principais empresas de comunicação do Brasil foram treinados, inclusive a Assessora de Comunicação do UNIC Rio.

Durante uma semana, os participantes assistiram a palestras sobre diferentes assuntos, como o Sistema das Nações Unidas, Direitos Humanos e Lei Humanitária Internacional, Política Externa Brasileira, a Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (MINUSTAH), o papel da comunicação nas operações de paz, a evolução das estratégias das operações de paz da ONU, etc. Além disso, receberam treinamento nas mais diversas áreas, como uso de GPS, primeiros-socorros, como agir em campos minados, etc.

Os jornalistas ficaram hospedados no CI Op Paz, na Zona Oeste do Rio, dormindo em contêineres e tendas, em um país fictício, o Tudistão, para onde unidades do Exército brasileiro foram enviadas em uma também fictícia operação de paz da ONU. Lá os jornalistas foram instalados em um batalhão brasileiro desdobrado próximo à linha de cessar-fogo, e foram expostos a situações de risco meticulosamente reconstituídas, como um bombardeio e um ataque suicida em um carro-bomba. Eles aprenderam como agir neste tipo de ambiente.

De acordo com uma pesquisa feita entre os participantes, o curso foi considerado “excelente” por 55% deles e “muito bom” por 45%. Todos os alunos – 100% – disseram que o conteúdo do curso foi excelente.

Uma nova edição do curso está sendo planejada para o segundo semestre de 2008.

Veja aqui um vídeo preparado pelo Ci Op Paz sobre o treinamento: