Haiti: ONU e parceiros pedem às autoridades o fim urgente do impasse político no país

O Palácio Legislativo do Haiti. Foto: MINUSTAH

Com o Parlamento do Haiti prestes a se tornar disfuncional, a ONU e os seus parceiros internacionais reforçaram a necessidade de que o impasse político e eleitoral no país chegue a um fim, reforçando a estabilidade, preservando as conquistas democráticas e garantindo o desenvolvimento sustentável.

A representante especial do secretário-geral para o Haiti, Sandra Honoré, e membros do Grupo Central pediram a todos os atores políticos no país para se unir e encontrar uma solução antes do final desta semana, para assim estar em conformidade com as recomendações da Comissão Consultiva Presidencial.

O Grupo Central inclui embaixadores do Brasil, Canadá, França, Espanha, Estados Unidos e da União Europeia, bem como o representante especial da Organização dos Estados Americanos (OEA).

No final de 2014, o presidente do Haiti criou uma Comissão Consultiva Presidencial e promoveu a formação de um governo de consenso, recomendada pelo grupo como forma de apoio a um governo inclusivo.