Governo federal e agência da ONU disponibilizam novo abrigo para venezuelanos em Boa Vista

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O governo federal e a Agência das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) abriram nesta semana (21) um novo abrigo para a população venezuelana que buscou o Brasil como refúgio.

Após o término da adequação do local, prevista para a próxima semana, abrigo poderá receber cerca de 800 pessoas. Com isso, população que estava vivendo em ruas e praças passa a ter dignidade, com acesso adequado a solução sanitária, dormitórios, alimentação e saúde.

O governo federal e a Agência das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) abriram nesta quarta-feira (21) um novo abrigo para a população venezuelana que buscou o Brasil como refúgio.

Desta forma, a população que estava vivendo em ruas e praças passa a ter dignidade, com acesso adequado a solução sanitária, dormitórios, alimentação e saúde.

O local foi escolhido em parceria com o ACNUR, que cuidará da organização do abrigo e registrará as pessoas acolhidas.

O Exército Brasileiro realizou a adequação parcial do local e, junto às demais forças, fornecerá a alimentação, apoio à saúde, segurança e a logística necessária para o funcionamento do abrigo.

No novo abrigo, o governo estadual apoiará com a segurança externa. A Prefeitura de Boa Vista apoiará o governo federal no transporte dos venezuelanos para os abrigamentos e na cobertura vacinal.

O espaço receberá hoje 220 pessoas, sendo que as famílias com crianças terão prioridade, além de mulheres grávidas e pessoas com necessidades especiais. Após o término da adequação do local, prevista para a próxima semana, poderá receber cerca de 800 pessoas.

Em paralelo, o Exército também está realizando a melhoria das instalações do abrigo “Tancredo Neves” e as Forças Armadas estão providenciando alimentação para 1.250 venezuelanos/dia, com previsão de aumentar o número de refeições e também poder alimentar a totalidade dos venezuelanos também na próxima semana.

O deslocamento de venezuelanos da Praça Simon Bolívar para o novo abrigo permitirá que a população local usufrua dos bens públicos de Boa Vista. A solução de abrigamento serve ainda para que os venezuelanos ali instalados tenham tempo de organizar documentação para começar a trabalhar no Brasil.


Mais notícias de:

Comente

comentários