Governo da Tanzânia chega ao Brasil para aprender com programas de segurança alimentar e nutricional

“O Governo da Tanzânia pediu a colaboração para desenvolver uma estratégia para um programa de alimentação escolar”, explica o Diretor do Centro de Excelência do PMA, Daniel Balaban.

Presidente da Tanzânia Jakaya Kikwete (segundo ao lado direito) visita o Centro de Excelência em Brasília, abril 2012 (PMA)

O Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (PMA) recebe delegação do Governo da Tanzânia a partir de hoje até 30 de novembro para treinamento em programas de segurança alimentar. O grupo visita Brasilia para se encontrar com os responsáveis do Governo Federal envolvidos na implementação de políticas de combate à fome e pobreza. Em seguida, parte para Salvador para conhecer na prática como os programas articulam compras locais de alimentos da agricultura familiar com fornecimento de merenda escolar nas escolas públicas.

Com foco em expandir o programa de alimentação escolar do país, o Governo da Tanzânia envia representantes do Ministério de Assuntos e Cooperação Internacional, Ministério da Educação e Formação Profissional, do Centro Nacional de Alimentação e Nutrição, do Ministério da Agricultura, Segurança Alimentar e Cooperativas e oficiais do escritório do PMA no país. Na agenda estão previstas apresentações sobre aspectos legais e financeiros dos programas além da coordenação entre ações complementares.

“Baseados nos resultados positivos no desempenho escolar das crianças incluídas em projetos pilotos, o Governo da Tanzânia pediu a colaboração do Centro de Excelência para desenvolver uma estratégia nacional de implementação de um programa sustentável de alimentação escolar”, explica o Diretor do Centro de Excelência do PMA, Daniel Balaban.

A Tanzânia é um país da África Oriental onde cerca de 42% das crianças menores de cinco anos são desnutridas. O PMA desenvolve desde 2007 uma série de programas para fortalecer a segurança alimentar como o fornecimento de merenda escolar para 213 mil alunos do ensino básico, assistência alimentar a mulheres grávidas e garantia de mercado para agricultores familiares.

O Ministério da Educação da Tanzânia criou uma força tarefa multissetorial com o objetivo de criar um Departamento de Alimentação Escolar e expandir o Programa Nacional de Alimentação Escolar criado em 2000 pelo Governo, em colaboração com o PMA. O Programa foi ampliado em 2010 para abranger um adicional de 800 escolas nas regiões de Dodoma, Singida, Arusha e Manyara e assim atingir 600 mil alunos.

Centro de Excelência contra a Fome do PMA

O Programa Mundial de Alimentos em parceria com o Governo brasileiro lançou o Centro de Excelência contra a Fome com o objetivo de promover políticas nacionais sustentáveis de segurança alimentar e nutricional com base nos sucessos da experiência do Brasil. O Centro de políticas é feito com países do sul interessados em desenvolver seus próprios programas.

Mais informações

Mariana Hoffmann, PMA/Brasília, Tel. 61 2193 8505 ou 61 9232 4841