Gisele Bündchen e Al Gore apoiam a iniciativa Energia Sustentável para Todos

A iniciativa busca atingir até 2030 o acesso universal a serviços energéticos modernos, a duplicação da eficiência energética e a duplicação da cota de energias renováveis.

O ex Vice-Presidente dos EUA, o Diretor da ONUDI e a modelo Gisele Bündchen, no lançamento da iniciativa.

Em um anúncio que começou a ser exibido na emissora americana CNN esta semana, a modelo brasileira Gisele Bündchen, Embaixadora da Boa Vontade do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), e o ex-Vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore, se uniram ao Diretor-Geral da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI), Kandeh K. Yumkella, para apoiar a campanha Energia Sustentável para Todos, lançada pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon.

A iniciativa, que recebeu mais de  50 milhões de dólares em compromissos durante a Conferência da ONU para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), visa atingir três metas globais interligadas até 2030: o acesso universal a serviços energéticos modernos, a duplicação da eficiência energética e a duplicação da cota de energias renováveis no mundo.

“Agora se trata de garantir que esses compromissos sejam transformados em quilowatts-hora para o povo”, ressaltou Yumkella, que também foi recentemente nomeado Representante Especial para a Energia Sustentável para Todos e Executivo-Chefe da iniciativa.

O vídeo de divulgação da campanha, que ficará no ar até 24 de março, mostra que o Estado de Nova York sozinho consome mais energia do que toda a África Subsaariana, que quase 1,5 bilhão de pessoas não têm acesso à eletricidade e que cerca de três bilhões de pessoas inalam fumaça fatal enquanto cozinham.

“Um mundo que acaba de chegar a uma população de sete bilhões deve ter em conta a eficiência energética industrial se quiser enfrentar desafios como crescimento verde, geração de emprego, segurança, mudança climática, produção de alimentos e redução da pobreza. Eficiência energética industrial é essencial para o fortalecimento das economias, proteger ecossistemas e obter benefícios sociais”, observou Yumkella.

Assista aqui o vídeo:

http://youtu.be/MlZXpk4JiKU